• Rafael Lima Viana

"Do avesso" Modelos da APAE invertem padrões


Erika Suane parecia saber que aquele era o momento de esquecer todos os olhares tortos, todas as dores e dificuldades que vivenciou ao longo de sua vida. Mas, o que ela não sabia é que naquele dia, rodeada de maquiadores e fotógrafos, o destino separaria para ela um traje alaranjado, colar dourado e anel de pérolas.


Laranja, na cromoterapia, é a cor antidepressiva, alegre, que faz superar repressões e inibições, e ainda abre a mente para novas perspectivas. Mais tarde, na passarela, de cabeça erguida, seu olhar transbordava virando do avesso tudo o que um dia ofuscara o seu brilho.


A quadra, utilizada para praticar esportes, não serviria para isso no dia 25 de outubro. Lá, os sentimentos se traduziam em brilho no olhar e sorrisos que tomavam cada centímetro daquele lugar. Por alguns momentos observei este rapaz que ria com as mãos entrelaçadas.


A cada passo que dava, a risada se tornava maior e a medida que crescia a euforia, suas mãos se entrelaçavam mais fortes, como se guardasse algo. Não é possível ver o que o ele protege, mas, através dos seus olhos, não restam dúvidas de que o que ele carrega consigo é raro e valioso, que ninguém pode roubar.


Promover o desfile com apoio de organizações parceiras foi umas das formas que a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Campina Grande encontrou para desfazer o pré-julgamento de que as pessoas com deficiências não são capazes de realizar bem algumas atividades. O evento, além de resgatar a autoestima, mostrou que qualquer um pode realizar o que quiser mesmo com suas especialidades.


Além das características individuais que formam nossa personalidade e nos difere uns dos outros, nós compartilhamos características comuns que também nos unem uns aos outros.


Portanto, que tal deixarmos de olhar para as diferenças que nos separam e focalizar no que nos une? Que tal nos enxergarmos no outro e sentir o que ele sente?


Que o avesso do desamor permaneça: Empatia, do grego Empatheia: Capacidade de pôr-se no lugar do outro.


Reportagem (Texto e fotos): Rafael Lima Viana.

Locação: Sede da APAE de Campina Grande.

#Moda #Desfile #Apae #Solidariedade #Inclusão

Supervisão Editorial: 

Rostand Melo (DRT-PB 2717)

coletivof8.foto@gmail.com

Projeto de extensão - cota 2019/2020

Edital nº 02/2019 - PROEX/UEPB 

Decom2.png

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados

Logo Coletivo F8 criada por: Alexandre César.

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados