• Renata Jordão, Thaís Alves

Dia 2 de Abril, o Dia Mundial da Conscientização do Autismo


No Brasil, temos uma situação muito precária quando se fala em educação de jovens e adolescentes. E, quando se trata de pessoas com necessidades especiais, a situação fica ainda mais crítica com a falta de apoio estudantil. Há poucas escolas no país que têm profissionais o suficiente para receber alunos com o TEA (Transtorno do Espectro Autista) e, é difícil encontrar pessoas especializadas em acompanhamento para esses jovens que sofrem com o Autismo em universidades e escolas municipais ou estaduais.


Dia da Conscientização do Autismo é comemorado em todo o mundo -

Foto: Doc. Percepção

Em 2018, na cidade de Campina Grande-PB, foi feita uma produção audiovisual chamada “Percepção”. O documentário mostra a rotina durante um dia inteiro de uma criança autista, visando mostrar não como um autista é, até porque há casos e casos extremamente distintos, mas abrindo espaço para o telespectador ter uma noção de como pode ser a rotina dela. O documentário foi idealizado por Gabriel Heitor Alves, e sua equipe formada por Renata Jordão, Sarah Cristinne, Thaís Alves, Carol Diógenes, Ingrid Donato e Rafael Avelino. O projeto teve o apoio do CERC (Centro de Educação e Recreação da Criança), onde a criança é matriculada junto aos alunos que não sofrem do TEA, mas tem acompanhamento especial pago pela família, além do AMA (Amigos do Autista) - Instituto Brenda Pinheiro, instituição particular que acolhe crianças com Autismo para auxiliar no melhor desenvolvimento psicológico, motor, funcional e pedagógico.



Joaquim Amorim tem 8 anos de idade e foi diagnosticado com TEA logo em seu primeiro ano de vida. Para a família, foi fácil de lidar de certa forma, pois o irmão dele também havia sido diagnosticado com o mesmo transtorno anos atrás.


De acordo com informações apuradas pela Universidade de São Paulo (USP) e dados do CDC (Center of Diseases Control and Prevention) - órgão ligado ao governo dos Estados Unidos - existe hoje um caso de autismo a cada 110 pessoas. Ou seja, o Brasil tendo a média de 200 milhões de habitantes, teria na faixa de 2 milhões de Autistas. O número é preocupante, pois muitas pess oas com TEA não têm o mesmo acompanhamento que Joaquim e outras crianças abraçadas pelo AMA. A necessidade da conscientização e especialização de profissionais voltada para o Autismo é pertinente para que todas essas pessoas com o transtorno possam ser inseridas da melhor forma possível na sociedade. Afinal, o autista não é incapaz de nada, como muitos ainda pensam, ele só precisa dos estímulos corretos.


O AMA de Campina Grande, localizado no bairro da Conceição, também trabalha com um projeto social. Algumas crianças que não têm poder aquisitivo são atendidas e recebem o acompanhamento necessário pelos profissionais que lá trabalham pela manhã, enquanto as crianças pagantes frequentam o instituto à tarde. No entanto, as vagas são limitadas em função da capacidade da estrutura.


O Percepção, documentário produzido a partir do olhar de Joaquim, está cumprindo um circuito de festivais em mostras competitivas e será disponibilizado para o grande público no último trimestre de 2019 em uma plataforma digital.


FICHA TÉCNICA

Texto: Renata Jordão

Edição: Thaís Alves

Fotografia: Gabriel Heitor Alves e Carol Diógenes

Agradecimentos: Sarah Cristinne; Ingrid Donato; Rafael Avelino; Drª Melania Amorim; CERC; AMA; Rostand Melo.

Fotos: Arquivos do Doc Percepção

Agradecimentos: Ana Júlia Morais e Rostand Melo

#autismo #acessibilidade #documentário #tea

Supervisão Editorial: 

Rostand Melo (DRT-PB 2717)

coletivof8.foto@gmail.com

Projeto de extensão - cota 2019/2020

Edital nº 02/2019 - PROEX/UEPB 

Decom2.png

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados

Logo Coletivo F8 criada por: Alexandre César.

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados