• Lidiane Gomes e Marcela Andrade

Pandemia x Atividades físicas: uso de plataformas digitais é solução



Maratonar séries e assistir um bom filme com uma comidinha de lado está sendo a programação perfeita para os brasileiros que estão vivendo o isolamento social, já que as opções de hobbies diminuíram, principalmente na fase inicial da quarentena. Mas isso também significa que as pessoas estão comendo mais e se exercitando menos, a consequência disso são uns quilinhos a mais. Com certeza, nesse tempo de pandemia você já deve ter visto algum meme sobre o aumento de peso, não é mesmo? E pra muitas pessoas a solução, pra não se identificar com os chamados memes, está sendo praticar atividades físicas em casa.


Segundo pesquisa do Laboratório de Neuropsicologia Cognitiva e Esportiva (LaNCE) da Uerj, publicada pela Agência Brasil a busca por aulas de atividades físicas no YouTube e em aplicativos tiveram um aumento bastante relevante na pandemia da Covid-19. Antes da pandemia, de entrevistados que afirmaram apps para treinar era de apenas 4%. Com o isolamento social esse número subiu para 60%. A coleta dos dados aconteceu de 31 de março e 2 de abril, com questionários aplicados via internet com 592 participantes de todas as regiões do país.


Isso é um ponto muito positivo, tendo em vista que esses novos hábitos, podem ajudar a tornar o isolamento social menos tedioso, podem contribuir com os cuidados da saúde mental e da saúde do corpo, além de ajudar na perda de peso.

Entretanto, como nem tudo são flores, é necessário ter cuidado com as práticas de atividades físicas em casa. Fazê-las sem supervisão de um profissional da área pode acarretar em diversos problemas como explica a Professora de Educação Física, Ana Paula Cordeiro:


“Bem são vários riscos, no excesso de atividade repetitiva, na forma incorreta da postura, na alimentação inadequada ou ausência da mesma antes das praticas, descanso aos músculos, entre outros.”

A especialista também tirou outras dúvidas sobre o tema:


1 - Que exercícios podem ser praticados em casa?

Podem ser praticados exercícios de polichinelo, agachamento, pular corda, dança, flexões, pranchas, abdominais entre outros.


2 - Como as atividades físicas podem ajudar as pessoas nesse momento tão difícil que estamos vivendo?

A atividade física, além de prazerosa, tem vários benefícios para a nossa saúde. Melhora a qualidade do sono, a disposição, fortalecendo músculos. Melhora a imunidade, previne e trata alguns tipos de doenças entre vários outros benefícios para um corpo e uma mente saudáveis.


3 - Com o isolamento social, as pessoas tendem a ficar mais ansiosas, isso pode causar exageros e como consequência uma má alimentação, em que momento a prática de atividades podem ajudar no controle disso?

Acredito que na prática, como uma forma de distração e estímulo alimentar. E ajuda a produzir substâncias no corpo que tem função de melhorar o bem estar.


4 - Você acha que esses hábitos saudáveis, que muitos desenvolveram, irão permanecer pós-pandemia?

Acredito que sim, pois só trazem benefícios e caem no gosto das pessoas.

Ana Paula é formada em Licenciatura em Educação Física e atualmente está graduanda em Educação Física Bacharelado na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Paulinha, como é mais conhecida, gosta muito de esporte e para ela a pratica de atividade física é essencial para a saúde, pois além de trazer uma sensação de bem estar é uma ótima forma de lazer.


Confira mais imagens no slideshow:

FICHA TÉCNICA

Fotografia: Lidiane Gomes

Reportagem: Lidiane Gomes e Marcela Andrade

Monitoria: Josineide Barbosa

Supervisão editorial: Rostand Mélo


*Fotoilustrações na pandemia:

O Coletivo F8 optou por produzir matérias do gênero “ilustrações fotográficas” durante a pandemia como forma de manter a produção dos estudantes de fotojornalismo da UEPB respeitando os protocolos de distanciamento social. As fotoilustrações permitem ao fotógrafo criar uma cena com o objetivo de representar visualmente um tema ou pauta. O uso de objetos, cenários e, em alguns casos, edição de imagens é comum neste gênero


#coletivof8 #pandemia #isolamentosocial #exerciciofisico #jornalismo

Supervisão Editorial: 

Rostand Melo (DRT-PB 2717)

coletivof8.foto@gmail.com

Projeto de extensão - cota 2019/2020

Edital nº 02/2019 - PROEX/UEPB 

Decom2.png

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados

Logo Coletivo F8 criada por: Alexandre César.

© 2018-2020 Coletivo F8

Todos os direitos reservados