top of page
  • Renata Marinho

Remígio: Flexibilização da quarentena versus atividade física

Atualizado: 28 de out. de 2020


Localizado na Paraíba, o município de Remígio é conhecido por ser o lugar do bem viver, e a "cidade que corre". A fama veio da tradição de realizar circuitos de corrida de rua durante todo o ano, inclusive a corrida internacional, considerada a maior do interior do Nordeste. A cidade é composta por um público de atletas e moradores que praticam atividades físicas regularmente.

Durante o período de disseminação da Covid-19, foram estipuladas várias medidas pelo Ministério da Saúde e que os municípios passaram a aderir. Uso obrigatório de máscaras, distanciamento social, higienização das mãos, uso do álcool em gel, e a campanha fique em casa são alguns exemplos.

A prática de atividades físicas foi apontada como uma prevenção. Além de fortalecer o sistema imunológico, fortalece a saúde mental. Após apresentar casos de transmissão por coronavírus e devido a revitalização que estava ocorrendo na Lagoa Parque Senhor dos Passos, cartão postal da cidade, a prefeitura adotou uma espécie de cercamento em torno do local, impedindo o tráfego de pessoas e a prática de atividades físicas. Neste período, alguns remigenses recorreram a zona rural para caminhar, realizar corridas e fazer trilhas.

Com a flexibilização do isolamento social, moradores da cidade puderam retornar suas atividades e, após a inauguração da Lagoa Parque, foi observado um aumento considerável no público que frequentava o local, para se exercitar ou ter um momento de lazer. 

Segundo relatos, muitas pessoas escolhem o período da tarde para se reunir. E consequentemente, a quebra de protocolos instituídos pelo município acaba acontecendo, tais como ausência do uso de máscaras e distanciamento social. Algo que preocupa, diante da situação que todo o país vivencia.

 

FICHA TÉCNICA: Fotografia: Renata Marinho Reportagem e texto: Renata Marinho Monitoria: Josineide Barbosa Supervisão editoral: Rostand Melo

*Fotoilustrações na pandemia:

O Coletivo F8 optou por produzir matérias do gênero “ilustrações fotográficas” durante a pandemia como forma de manter a produção dos estudantes de fotojornalismo da UEPB respeitando os protocolos de distanciamento social. As fotoilustrações permitem ao fotógrafo criar uma cena com o objetivo de representar visualmente um tema ou pauta. O uso de objetos, cenários e, em alguns casos, edição de imagens é comum neste gênero.

222 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page